GAZETA DIGITAL

6.5.07

Caso Freeport: Inspector acusado de tentar “influenciar” a investigação

[Continuação da 1ª pág]

José Torrão foi filmado a fotocopiar documentos nas instalações da PJ de Setúbal

Maria Alice Fernandes, coordenadora da Polícia Judiciária de Setúbal, afirmou que o inspector José Torrão “quis influenciar” a investigação sobre suspeitas de corrupção envolvendo o então líder do PS, José Sócrates e o licenciamento do Freeport, desencadeada por uma carta anónima escrita por um militante do CDS.A investigadora garantiu ainda que José Torrão fotocopiou o auto de busca ao centro comercial Freeport, documento que acabou nas mãos dos jornalistas do Independente. O inspector-chefe Acúrcio Peixoto revelou também que José Torrão foi filmado, pelo sistema de vigilância interna da PJ, a fotocopiar os referidos documentos. Os dois funcionários da PJ foram ouvidos como testemunhas, no julgamento dos jornalistas Inês Serra Lopes e Francisco Teixeira, acusados de violação de segredo de Justiça, por terem publicado n’O Independente uma notícia com base no referido auto de busca, na véspera das eleições de Fevereiro de 2005. Nessa edição do extinto semanário, que foi para as bancas no último dia da campanha eleitoral para as legislativas de 2005, revelavam-se pormenores de um documento com instruções para os inspectores que realizaram as buscas aos escritórios do Freeport, destacando-se a indicação para procurarem documentos onde constassem os nomes de José Sócrates e da sua mãe.
[Regressar à 1ª pág]